Setembro

by

Com a mudança de casa ainda muito fresca e metade da nossa vida à espera de ser desencaixotada, arriscámos – mesmo assim – um fim-de-semana para relaxar.

O tempo ameno e soalheiro, tão característico deste mês, permitiu almoços ao ar livre, conversas descontraídas, caminhadas retemperadoras, passeios de caiaque e mergulhos no rio Rabaçal.
O cenário era transmontano. Os amigos, os de sempre.

Quando a confusão e o cansaço apertam, é preciso encontrar tempo para as coisas mais simples da vida. Só assim faz sentido andarmos por aqui.

Anúncios

%d bloggers like this: