Galiza

by

Este fim-de-semana estivemos na Galiza. Inaugurámos os dias de praia exactamente no lugar onde os tínhamos terminado no ano passado, como se nove meses não tivessem passado entretanto.

Voltámos a pisar a mesma areia branca e fina, a entrar devagar na água fria (mas tão revigorante), a iludir o vento em baías abrigadas. Sentámo-nos em varandas já conhecidas para comer o pulpo à feira, junto a areais protegidos por pinheiros. Sentimo-nos em casa nestes lugares agrestes, que nos fazem lembrar paragens mais setentrionais.

Ontem, depois de quinze anos de ausência, embarcámos com destino às ilhas Cíes. Consta que a praia de Rodas foi considerada uma das mais belas do mundo, mas os nossos passos guiaram-nos em direcção à transparência da enseada de Nosa Señora, aos observatórios de aves para apreciar as acrobacias aéreas das gaivotas, às vistas de que já tínhamos saudades.

É bom descobrir o mundo (e só nós sabemos como essa vontade nos assalta todos os dias), mas sabe bem regressar aos locais de sempre. E a Galiza, afinal, é aqui tão perto.

Anúncios

2 Respostas to “Galiza”

  1. Miguel Vieira Says:

    Curioso, também nós (eu e a minha mulher) fomos neste fim de semana para a Galiza e também visitámos as suas belas ilhas. Só que em vez das Cies, que ainda não conhecemos, fomos às ilhas de Ons, com as suas escarpas entrecortadas por praias. Quanto à temperatura da água, achei-a bastante razoável, uns graus acima da temperatura das nossas praias do Norte de Portugal, pelo que tratei de a gozar através de demorados banhos.

  2. Cap Créus Says:

    Há 3 anos que andamos a querer ir para aí depois de termos lido uma reportagem na extinta Rotas do Mundo.

    Abraço

Os comentários estão fechados.


%d bloggers like this: