Hopebama

by

Obama

Cá em casa temos o hábito de pendurar nas paredes mensagens que nos dão alento, transmitem optimismo ou, simplesmente, põem um sorriso nos lábios logo pela manhã. A última delas foi uma prenda de aniversário, que no passado mês de Setembro me chegou de surpresa pelo correio.
Há muito que eu desejava ter o mítico poster de Barack Obama, concebido por Shepard Fairey em 2008, e agora tenho-o finalmente nas mãos. Para além de se tratar de uma excelente criação gráfica (que já faz parte dos compêndios de design), e do alcance da palavra “HOPE” – aqui também personificada pelo meu filho -, o que conta principalmente para mim é o próprio Obama enquanto ser humano de excepção.
É certo que não poderá fazer milagres, mas é claramente uma pessoa boa, com alma e convicções. E acontece que foi eleito presidente dos Estados Unidos. É quanto me basta para ter esperança.

Penso que a única coisa que nos resta fazer é descobrir a melhor maneira de viver e as melhores razões para nos mantermos vivos. Woody Allen

Penso que a única coisa que nos resta fazer é descobrir a melhor maneira de viver e as melhores razões para nos mantermos vivos. Woody Allen

Quanto às outras mensagens, tenho frente à minha mesa de trabalho um recorte de jornal com uma citação de Woody Allen, que põe as coisas como elas realmente são e nos deixa tão “despidos” como quando viemos ao mundo (há pessoas que deviam ler isto a cada minuto!). Tenho-a ali, para nunca me esquecer do que diz.
Noutro tom, tenho também na cozinha um rectângulo de chapa que reproduz uma velha publicidade à cerveja Guinness, que comprei algures na costa Oeste da Irlanda, em 1997. Lovely day for a Guinness… esta é a tal que me põe o sorriso nos lábios.

Não, não é o Obama que vai sozinho mudar o mundo. Isso é uma tarefa reservada para uma outra atitude de cada um de nós: mais humana, mais tolerante, mais humilde, mais generosa, mais optimista. Só então poderemos concluir de cabeça erguida, como ele o faz: yes, we… !

Anúncios

%d bloggers like this: